73.6 F
New York
HomeHotelsSetores de bares, restaurantes e hotelaria da região de Campinas registram crescimentos

Setores de bares, restaurantes e hotelaria da região de Campinas registram crescimentos

Dados da Abrasel e do Campinas Convention apontam economia aquecida

CAMPINAS, Brasil, 18 de outubro de 2023 /PRNewswire/ — O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da região de Campinas vem impactando os setores hoteleiro, bares e restaurantes ao longo de 2023. Além do consumo loca, estes negócios são beneficiados pelo turismo, principalmente de negócios e de eventos. Dados do Campinas da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) Regional Campinas e do Campinas e Região Convention & Visitours Bureau (CRC&VB) mostram crescimento dos negócios nos meses de agosto e setembro.

Pesquisa realizada pela Abrasel no período de 28 de setembro e 6 de outubro com empresários do setor, aponta pequena melhora no ambiente de negócios dos bares e restaurantes da região. Em agosto, 16% das empresas da área de cobertura da regional Campinas – que abrange mais de 40 municípios do Interior paulista – ficaram no vermelho, um recuo de 1% ante o mês anterior. O resultado mostra que o desempenho da região foi no sentido oposto ao do Brasil, que apresentou um aumento de 5% em relação à última pesquisa.

Ainda segundo o recorte nacional da pesquisa Situação Econômica Alimentação Fora do Lar, as empresas da região que fizeram lucro em agosto foram 52%. Outros 32% ficaram em equilíbrio.

Para Matheus Mason, presidente da Abrasel Regional Campinas, um dos fatores que explica a diferença da região para a maioria das cidades brasileiras está no dinamismo da economia regional. “Podemos tomar como base a Região Metropolitana de Campinas (RMC), onde temos a atração de um grande número de viajantes e turistas para participar de eventos e congressos, o que ajuda a oxigenar a economia”.

Outro setor que vem se beneficiando do turismo de negócios é o de hotéis. Puxada por eventos corporativos, feiras e eventos de grande atração de público e entretenimento, a hotelaria da Região Metropolitana de Campinas (RMC) fechou setembro com 61,94% de taxa de ocupação média. O índice é superior ao registrado no mesmo mês do ano passado (59,55%) e é o segundo melhor para o ano de 2023. Outros dois indicadores – diária média e RevPar – também tiveram aumento no mês passado. Os números são da pesquisa mensal realizada pelo CRC&VB. A Rede hoteleira da RMC conta atualmente com cerca de 5 mil apartamentos disponíveis.

De acordo com os números fornecidos pelos hotéis, o segmento econômico fechou setembro com taxa de 67,54% de ocupação, acima dos 65.07% de agosto. Já a categoria Midscale (intermediária), teve 56,33% de ocupação (contra 54,40% do mês anterior). A ocupação média só foi superada em março (62,15%).

O presidente do CRC&VB, Vanderlei Costa, diz que a expetativa da entidade é de que a ocupação se mantenha em elevação nos próximos meses. “Os eventos corporativos ainda se mantém aquecidos e para o final do ano os hotéis já começam a se preparar para as festas de réveillon e formaturas.”

Costa lembra, ainda que o Turismo é um forte gerador de riqueza, representando quase 10% do PIB paulista, além de gerar 2,3 milhões de empregos em 52 setores econômicos. “Nossa região, embora não tenha como forte a vocação para o turismo de passeio, não podemos nos esquecer que ela é forte no turismo de negócio, sendo o 5º destino mais procurado pelas empresas no Brasil, devido à sua infraestrutura e a presença de mais de 500 multinacionais no eixo que vai de Jundiai a Ribeirão Preto”, complementa.

Com 20 anos de mercado, a Rede Vitória Hotéis, que opera cinco unidades na região – três em Campinas, Indaiatuba e Paulínia – acumula crescimento de 12% nos três primeiros trimestres de 2023 com uma taxa média de ocupação de 46%, resultado histórico para o grupo ao completar 20 anos.

Eduardo Porto, diretor Comercial e de Marketing, conta que o Vitória Hotéis, com 728 acomodações, vive um grande momento. “Nos três primeiros trimestres desse ano registramos uma média de ocupação elevada, que resultou nesse crescimento histórico de 12% em relação ao mesmo período do ano passado”, afirma.

“Além da ocupação dos hotéis, que responde pelo maior volume do crescimento do faturamento, outro setor tem sido muito importante para atingimos esses números, que é o de Alimento & Bebidas, através dos restaurantes do grupo, como Bellini Ristorante, Kindai, Vitorino (Paulínia) e Vick (Indaiatuba)”, acrescenta Rodrigo Porto, diretor de Alimentos & Bebidas da Rede.

Foto – https://mma.prnewswire.com/media/2251229/1.jpg

FONTE Abrasel Campinas

Originally published at https://www.prnewswire.com/news-releases/setores-de-bares-restaurantes-e-hotelaria-da-regiao-de-campinas-registram-crescimentos-886200716.html
Images courtesy of https://pixabay.com

- Part of VUGA -marketing agency

latest articles

gossip tv free

explore more

free fashion tv